73. 3214-9100 atendimento@scmi.org.br
AHSEB

Projeto visando oferecer meios facilitadores para implantação do processo de acreditação é lançado

Por: AHSEB 24.11.17

Prestadores de serviços associados acompanharam nesta sexta-feira, 24, na sede da Ahseb, o lançamento do “Projeto Acredite!”, uma iniciativa da associação em parceria com o Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde (IBES), visando oferecer para os estabelecimentos de saúde meios facilitadores para inscrição e implantação do processo de acreditação conforme os requisitos do Sistema Brasileiro de Acreditação – Organização Nacional de Acreditação (SBA – ONA).

A coordenadora pedagógica da Ucas, Lilia Lima, e o presidente da Ahseb, Mauro Duran Adan, deram as boas vindas aos associados presentes e on-line e falaram sobre a importância do tema e da oportunidade.

“É de fundamental importância para a sobrevivência das empresas do segmento de saúde a adesão a projetos de acreditação. Isso é uma exigência do usuário e dos próprios profissionais que trabalham no segmento, que nós tenhamos processos acreditados, ou seja, processos controlados, com indicadores de gestão e de qualidade muito bem acompanhados, sempre buscando a melhoria”, pontuou Adan.

O modelo de acreditação e detalhes sobre o funcionamento do projeto foram apresentados pela diretora de planejamento e controle do IBES, Vivian Giudice. Em sua explanação ela abordou o que versa os manuais de acreditação da ONA em suas seções e subseções, o que se aplica no caso de cada tipo de estabelecimento, as etapas do processo, os benefícios da acreditação e do programa apresentado aos associados.

Por meio do “Acredite!”, as instituições de saúde da Bahia poderão ter acesso aos serviços de diagnóstico, avaliação e manutenção da certificação ONA. Uma equipe de especialistas estará disponível para os estabelecimentos, orientando-os a partir de suas particularidades. O projeto inclui ainda plantão presencial para retirada de dúvidas mediante agendamento e treinamento em linguagem simples, direcionada ao público operacional das instituições, com conteúdo baseado nos conceitos de acreditação ONA, nas áreas de melhoria da qualidade, segurança do paciente  e liderança.

“Hoje somente 29 instituições no Estado são acreditadas pela ONA e a gente quer contribuir e aumentar este número para que mais pessoas, para que mais pacientes, possam ter uma assistência mais segura. A acreditação é um modelo que trabalha tanto a sustentabilidade do negócio, para que a instituição seja sustentável economicamente, como, principalmente, garanta que este paciente seja atendido de uma forma mais segura e com maior qualidade”, explica Vivian.

A acreditação é um sistema de avaliação e certificação de qualidade de serviços de saúde, com caráter educativo e voltado para a melhoria contínua, sem finalidade de fiscalização. É voluntário, periódico e reservado.